Galatas 2:20

Portanto, não sou eu quem vive, mas é Cristo quem vive em mim. E essa vida que vivo agora no corpo (carne), vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Minha confiança

"Alguns confiam nos seus carros de guerra, e outros, nos seus cavalos, mas nós confiamos no poder do SENHOR, nosso Deus." Sl 20:7

Este Salmos de Davi declara a confiança do rei e seu soldados antes de entrarem em uma guerra. Veja bem, eles declaravam isso antes da guerra, antes de saber o resultado dessa batalha, sem saber quem iria morrer ou viver, se eles iriam vencer ou não, eles não sabiam o resultado da batalha, mas, confiavam na onisciência de Deus. Estavam seguros no "...poder do Senhor..."
Nós muitas vezes falamos desse versículo batendo no peito e dizendo que confiamos só no Senhor, mais quando vamos para a prática, essa verdade não é bem "verdade", e uma área que é bastante difícil de viver a mesma confiança desses homens é a financeira. Muitas pessoas, assim como eu, confiam mais no resultado do seu trabalho, no seu salário, do que no Deus que sustenta o emprego. Não é o salário, ou os benefícios, que determinados empregos oferecem, o gerador de segurança para nós, dizer que minha segurança está no emprego não é o correto, do mesmo jeito que tenho, posso perder e se isso acontecer irei confiar em quem?
Nossa confiança, nossa segurança tem que estar no Senhor, porque Ele é o sustentador, É quem mantem você empregado, Davi e seus homens confiavam em Deus antes de saberem o resultado das batalhas, na verdade eles nem precisavam saber, porque confiavam plenamente em Deus. Não somos guiados por dinheiro ou a falta de dinheiro, somos guiados pelo Senhor, Ele é quem nos conhece. Se você está sem emprego nesse momento lembre-se disso: que Deus é a nossa segurança, e no momento certo Ele concederá um trabalho. Nós não sabemos o que acontecerá no dia de amanhã, e pensando bem, não precisamos saber, o importante é confiar no nosso Deus, Ele é o gerador de segurança em nossa vida.

Deus abençoe!!!


terça-feira, 22 de outubro de 2013

Boletim 001 - Ano 01

Graça e Paz!!

 

 

 

 

 

Att.:

Andrey Mistrelo

“Jesus morreu por todos para que os que vivem não vivam mais para si mesmos,

mas vivam para aquele que morreu e foi ressuscitado para a salvação deles.” 2Co 5.15

 

terça-feira, 4 de junho de 2013

Pregação Comunidade Cristã de Vilhena


Pregação Pr. Carlão


Graça e paz!

Depois de uma longa, longa demora...rsrsrs, estou começando a postar as pregações da CCV, que Deus abençoe a todos.

Wilson Junior

terça-feira, 28 de maio de 2013

PRO-SERTÃO

PROJETO

PROJETO ALCANÇANDO O SERTÃO.  

O nordeste é a segunda região mais populosa do Brasil, com mais de 50 milhões de pessoas, uma das mais carentes e problemáticas do mundo.



O NORDESTE EM TRÊS ASPECTOS DIFERENTES
Há três REALIDADES no nordeste do Brasil que precisamos conhecer como Igreja comprometida com a obra missionária.
PRIMEIRA REALIDADE: O Nordeste litorâneo das grandes cidades.  As famosas praias, shoppings lotados, comércio movimentado. Neste nordeste existe uma grande concentração de igrejas evangélicas.
SEGUNDA REALIDADE: O Sertão Nordestino das pequenas cidades. É o Nordeste da miséria humana; predominantemente católico, extremamente idólatra, onde o catolicismo popular estar presente na vida do sertanejo.
A crença em Frei Damião, no monte do galo,  em Santa Rita, Padre Cícero e tantos outros ídolos católicos, é cultura sertaneja e tem escravizado o nordestino do Sertão. No Sertão a presença da igreja evangélica é tímida e sua influência é fraca e sem expressão.  O Sertão nordestino apresenta o menor índice de evangélicos do Brasil. No Sertão está a maioria das cidades menos evangelizadas do Brasil.
TERCEIRA REALIDADE: A Zona Rural do Sertão nordestino.  Milhares de comunidades rurais, onde vivem mais de 12 milhões de pessoas, que clamam ano após ano por uma oportunidade relevante de ouvir o evangelho. São vilas, povoados, comunidades e sítios que não têm nenhuma presença da igreja de Jesus Cristo. A realidade do Sertão Nordestino ainda é de milhares de aglomerados humanos (povoados, vilas e vilarejos) sem a presença evangélica.
Em algumas localidades os índices são tão alarmantes quanto a países da África, Índia e China. A mesma situação de países onde é proibido pregar o evangelho.
O nordeste brasileiro tem sido alvo das mais terríveis secas registradas no nosso país, secas essas que dizimam seres humanos e animais. A seca, a injustiça social e a falta de vontade política, fizeram com que os sertões nordestinos se tornassem “miseráveis” e em muitos lugares inabitáveis.
No Sertão também milhares de pessoas são vítimas da pior seca e da maior calamidade: Viver sem a esperança de Jesus Cristo.
A região do Sertão tem sido a menos evangelizada do Brasil. Ainda existem muitas cidades com apenas 1% de evangélicos, além de muitas outras vilas, povoados, comunidades e sítios que não têm nenhuma presença da igreja de Jesus Cristo.
O povo sertanejo vive escravizado por toda sorte de amarras e mazelas. Precisamos alcançar o Sertão com a mensagem de esperança de Jesus. Sua evangelização é questão de honra ao nosso Deus e de socorro ao sertanejo que se degenera numa ignorância que só dá lucro a idolatria e ao reino das trevas.
A redenção do Nordeste é compromisso moral, espiritual e social de todo brasileiro, especificamente de nós evangélicos. Com o Nordeste redimido, em todos os aspectos, o país será melhor. Alguém já disse: “O Brasil é pobre porque o Nordeste é miserável”Mas na verdade, o Nordeste é uma terra rica de gente pobre........
para continuar lendo acesse próSERTÃO